Blog

CONTROLES FINANCEIROS SÃO ESSENCIAIS PARA O SUCESSO DA EMPRESA #3

CONTROLES FINANCEIROS SÃO ESSENCIAIS PARA O SUCESSO DA EMPRESA #3

22 / agosto

Sabe aquele momento tão esperado pelo empresário? O momento da venda de seu produto! Seu cliente no balcão a sua frente, aguardando pelo produto para levar para casa, você afirmou que tinha o produto, de acordo com seus controles, e, quando vai buscar no estoque, cadê o produto que deveria estar aqui? Esta situação eu mesmo presenciei por diversas vezes, e, posso afirmar é extremamente desagradável perante seu cliente e principalmente, um sinal, que você precisar urgente melhorar seus controles de estoque e consequentemente reduzir o rombo no bolso de sua empresa! ”

E pasmem, pois, estes problemas acontecem frequentemente em qualquer tipo de empresa, seja, grande, média ou pequena.

Ao fazer um controle adequado de estoque, você consegue: Medir os resultados de sua empresa periodicamente, definir os produtos que tem maior e menor giro, melhorando consideravelmente os resultados de sua compra, identificar os potenciais consumidores de cada produto, melhorando e muito o seu potencial de vendas, além de prever estimativas de futuras compras.

Portanto qual a forma ideal de controle de seus estoques? A melhor resposta é: “Aquela que melhor se adapta a você! ” O cotidiano do empresário normalmente é bastante corrido, mas ele deve, com a ajuda de um bom sistema de controle, muitas vezes já disponibilizado em seu próprio sistema emissor de NFe, implementar imediatamente este controle de estoques, sob o risco de não fazer e ver o seu dinheiro escorrer por entre seus dedos. Acredito que você não seja maluco, a ponto de perder dinheiro e ainda ficar sorrindo como se nada tivesse acontecido. Se você pensa como eu, aqui vão algumas dicas para controlar melhor o seu estoque.

  1. Não ignore nenhum registro: Inicie cadastrando todos os itens, devendo ser um cadastro para cada item, incluindo códigos de descrição, NCM – Nomenclatura Comum ao Mercosul, CST – Código de Situação tributária e também o CEST – Código Especificador da Substituição Tributária. Caso consiga trabalhar com código de barras, esta tarefa será enormemente facilitada.
  2. Checagem constante de registros: Periodicamente, semanalmente, quinzenalmente ou semanalmente, tudo dependerá das características de seus produtos comercializados, verifique os valores e tributação informados. Muitos sistemas fazem esta checagem automaticamente e informam as irregularidades encontradas.
  3. Cuidado com os vencimentos dos produtos: A perca de um produto significa prejuízo imediato no bolso, muitos sistemas controlam automaticamente o vencimento dos produtos e também avisam quando o estoque está baixo, necessitando de reposição, caso seu sistema não controle, fique atento para não perder dinheiro.
  4. Envolva seus colaboradores: Prepare sua equipe para a correta utilização do sistema, pois se você disponibiliza o sistema, mas a equipe não sabe utiliza-lo, você pode estar perdendo tempo.
  5. Organização do Estoque: Mapeie o espaço destinado ao estoque, de forma que os envolvidos, encontrem facilmente o produto estocado, procure deixar os produtos com maior rotatividade em um local que facilite a saída e reposição.

Faça do controle de estoque uma rotina comum em sua empresa, e, rapidamente perceberá como sua empresa melhorará a performance em outros controles e gestão de contas a pagar, contas a receber e principalmente na liquidez de caixa. Portanto, não deixe de controlar seu estoque, pois ninguém jamais consegue gerenciar o que não se mede!

Jaime Cardozo é Contador, Especializado em Auditoria e Controladoria, Diretor Presidente da Vitória Consultores Associados e ex-presidente do SESCAP-LDR.

CONTATO
EndereçoRua Senador Souza Naves, 282
Sala 802, Centro
Londrina - Paraná
Telefone(43) 3027-3355
(43) 99994-3355
E-mailrecepcao@vitoriaconsultores.com.br