Contabilidade para Posto de Gasolina

Posto de Gasolina

Todos sabemos que a margem de lucro vem caindo vertiginosamente em todas as atividades, e, se temos uma atividade que sofre imensamente com esta situação, ano após ano, principalmente por normalmente terem um custo fixo  muito alto, são os postos de combustível e serviços. Partindo desta premissa, é imprescindível que o empresário do setor, esteja extremamente ligado às ações de marketing, vendas e administração de seu negócio, criando métricas que possibilite o perfeito gerenciamento de seu negócio!

Boa parte destas métricas pode ser extraída da contabilidade, que deve ser o principal gerador de informações para tomada de decisões.

Desta forma nosso time da Vitória Consultores Associados, trabalhamos para dar a tranquilidade tributária e proporcionar ao empresário do setor, condições para ter a criatividade necessária para a boa gestão de seu negócio!

O que fazemos ?

Dúvidas Frequentes

Toda construção deve obviamente antes de iniciada, ser cercada de todas as garantias para sua efetiva utilização futura, principalmente levando o alto custo para sua realização. Para a construção de um posto de combustível não é diferente e cada prefeitura tem regras diferentes para uso e ocupação de solo. Portanto, antes de iniciar até mesmo o projeto, certifique-se junto a Prefeitura primeiramente que a atividade poderá ser desenvolvida no local e depois certifique que o projeto e execução respeitem todas as regras de: uso e ocupação do solo, meio ambiente e aprovação do Corpo de Bombeiros.

É comum o comprador se preocupar somente com o valor a ser pago pelo fundo de comércio, no entanto, é muito importante e crucial para o sucesso da atividade, preocupar-se em levantar um bom capital de giro. Isto porque sabemos que a atividade tem uma margem de lucro pequena e um custo fixo normalmente bem alto, esta combinação leva a necessidade de capital de giro elevado e constante, sendo, portanto, essencial um bom capital de giro para manutenção da atividade. De forma simples, a mesma preocupação com o valor a ser pago pelo fundo de comércio o empresário deve ter com a necessidade de capital de giro.

Para este caso não existe uma formula mágica, mas, durante a atividade você perceberá, que dependendo da peculiaridade de suas vendas, por exemplo quanto mais vender no cartão de crédito, maior será sua necessidade de capital de giro.

Portanto se você está comprando um posto em atividade, antes de definir o preço a ser pago, defina primeiramente a necessidade de capital de giro, existente na atividade atual, e visualize mudanças de cenários, para calcular com mais exatidão, qual será a sua necessidade de capital de giro e assim melhor negociar o preço a ser pago pelo fundo de comércio!

Não existe previsão legal que impeça a opção pelo simples nacional, por parte da atividade de postos de combustível e serviços, no entanto, como uma das regras para opção ao simples é o faturamento, atualmente o limite é de R$ 4,8 milhões anuais, equivalente a R$ 400 mil mensais, restringindo desta forma a opção pela maioria das empresas do setor. Além disto a prática demonstra que, quanto maior o faturamento, menores são as vantagens de se optar pelo simples nacional.

Desta forma, uma planilha com dados reais do empreendimento, nos daria uma resposta rápida de qual seria a melhor opção tributária!

Além dos tradicionais Junta Comercial, Receita Federal, Prefeitura, Receita Estadual, INSS, CEF/FGTS, deverá se preocupar com Instituto de Meio Ambiente, IBAMA e ANP.

Opiniões

CONTATO
EndereçoRua Senador Souza Naves, 282
Sala 802, Centro
Londrina - Paraná
Telefone(43) 3027-3355
(43) 99994-3355
E-mailrecepcao@vitoriaconsultores.com.br